Zoos em New York

15 11 2016

Antes de tudo, sempre quero deixar claro que não passo pano pra lugar zuado onde a administração está mais preocupada em expor os animais de forma irresponsável só pelo prazer da exposição. Zoos são ambientes que cuidam de animais que não podem retornar a natureza, por diversos motivos. Os animais precisam de um lugar, as pessoas precisam de educação, então uniu-se o útil ao ‘agradável’. Clique aqui para ler uma publicação onde eu discorro, de forma um tanto pessoal em alguns pontos, sobre o assunto. Você tambem pode acessar minhas impressões sobre o zoo de SP, sobre o aquário de São Paulo e sobre o borboletário Águias da Serra, que são locais que julgo interessantes para quem tem interesse no assunto, mas não quer ver atrocidades.

A WCS organization

Esta instituição, fundada em 1895, é a atual responsável por 5 zoos na região de NYC: zoo do Bronx, zoo do Queens, zoo do central park, prospect park zoo e o aquario de NY.

A instituição promove diversas ações em beneficio a conservação da natureza, desde pesquisa com os animais cativos, até pesquisas em campo, visando comparação de conhecimento adquirido, bem como construção de novos conhecimentos. Ao mesmo tempo, eles promovem uma forma de zoos diferentes do que estamos acostumados a ver no Brasil, onde os parques são espaços de convivência, antes de tudo, mantendo animais a uma distância maior, garantindo o conforto de todos.

Na parte comercial, eles são extremamente fortes, existe uma produção unificada de material, de camisetas a moedas de 1 cent amassadas em maquinas, q se tornam medalhinhas (e q as crianças vao querer colecionar todas!). A quantidade de souveniers é bem grande e é praticamente impossível não levar nada de uma das lojinhas, o q é legal para apoiar de uma forma mais efetiva o bom trabalho que eles promovem.

Vale comentar de uma vez só em relação a localização dos zoos: cada um fica num canto de NYC, mas como a malha ferroviária é extremamente extensa, não tem mto erro. No maximo vc perde uma horinha de condução, q vai ser bem pago. Os americanos são bem receptivos e dão informação tranquilamente, mas nem precisa. Um app como o google maps no cel e nada pode te deter!

O zoo do Bronx

Ese é um dos mais interessantes zoos que conheci, especialmente pelo plano de construção. Qdo falamos que este é um PARQUE zoologico, ele é exatamente isso. Acompanha todo o “brutalismo” da arquitetura norte americana, tudo é mto grande, td é mto amplo. Antes de tudo é um grande espaço onde as pessoas podem circular, de la pra cá, com estrutura bem feita para que nada falte. Muita gente pode sentir falta de mais animais, mas eu acho ótimo. Ao meu ver o espaço está muito bem aproveitado, e não apenas lotado de espécies diferentes.

Este é um modelo muito interessante tb para salvaguardar os bichos. Com a mata mais fechada, mais espaço e mais locais pra se esconderem, bem como distancia das pessoas, os animais se sentem mais seguros e acabam se exibindo mais, o q é mto mais interessante para quesitos educacionais. As benesses com os animais não acabam por ai. Uma outra estratégia muito interessante é a utilização do som de água corrente para abafar o barulho dos visitantes.

Fora o amplo espaço, áreas diversas para alimentação, socialização, ações de educação ambiental e uma especial atenção aos animais de sangue frio e roedores… o que mais pode-se querer?

A coleção conta com animais emblemáticos como o dragão de komodo, o rato com tromba de elefante (Rhynchocyon petersi), aardvark (em um ambiente escuro, onde ele pode se sentir mto mais a vontade!), panda vermelho (a coisa mais fofa do universo), rinoceronte branco, okapi, entre outras espécies.

O zoo do Central Park

O central park já é um ponto q vc precisa ir varias vezes. Alem do zoo, o Metropolitan Museum of Art, o American Museum of Natural History, entre outras atrações, estão localizados nas imediações. Na real, da pra passar uma semana inteira so andando em volta do CP! E num desses dias, vale gastar 3 horinhas no zoo.

Ele é pequeno, perto dos outros zoos da WCS, porem é mto ajeitadinho e tem uma arquitetura toda especial, extremamente bem conservada, que data de 1860. Nesta época o zoo ainda era mto centrado no ser humano, com jaulas bem ruins para os animais, porem td foi renovado nos anos 80. Agora o ambiente é mais natural, com mtas plantas e ambientes mais bem planejados tanto para os animais quanto para o paisagismo.

A parte que mais me chamou a atenção, alem dos red pandas fofissimos, foi a forma com que é utilizada a educação ambiental. Alguns educadores ficam espalhados pelo parque e vao jogando informações meio q a esmo, para pessoas que estão claramente interessadas. Achei muito interessante a forma de abordagem, e como podemos “plantar a sementinha” da necessidade de conservação, com apenas algumas palavras, um sorriso e uma abordagem na hora certa.

O Aquario de NY

Localizado em Coney Island, o aquário de NY é um lugar muito interessante, porem ainda em desenvolvimento. Atualmente (2016) está em construção e apenas parte do local está aberto a visitação. Para os amantes dos animais, é uma excelente parada já que fica ao lado do parque de diversão que foi palco do mitico filme “Warriors: os Selvagens da noite“, um clássico do cinema dos anos 70!

São poucas as atrações, mas bem chamativas, com aquários muito grandes, alguns oceanários com diversos peixes enormes, e um deles possui diversos tubarões. Alem disso, existe um “teatro” onde ocorrem shows com pinipedes, que podem agradar os pequenos, mas é passavel pelos adultos.

Pelo site da pra vc verificar os horários dos shows, da alimentação dos animais, e hora que são utilizados enriquecimentos ambientais, isto pode tornar o passeio mais interessante pra quem tem um perfil mais técnico.

Anúncios




O Aquario de São Paulo

8 06 2015

Antes de qquer coisa, como sei que tem mta gente que é contra as instituições que mantem animais cativos em exposição (claro, ne? Pq o q os olhos não veem, o coração não sente.), acho importante a leitura deste texto, que trata justamente da importância de tais locais. Estamos numa era de MTO radicalismo, coisa q em geral é bem burra… mas quem quiser pensar um pouco, tem ai uns comentários pertinentes sobre como eu vejo.

Outra coisa: não passo pano pra instituição zuada q maltrata animais. Não vou em locais q dopam animais nem q tenham suspeita de atitudes não éticas. A escolha de apoiar ou não é individual. Eu apoio instituições que visam educação e conservação.

Aquário de São Paulo fica na cidade de São Paulo, na região do Ipiranga, bem próximo ao metro Santos – Imigrantes. Fácil acesso!

Sao diversas espécies do mundo inteiro, de peixes de água doce e salgada. O aquário está evoluindo e se tornando um zoo. Atualmente eles possuem diversas espécies de mamíferos que estão divididos por localização, num passeio onde andamos de continente em continente.

Clipe com imgs gerais do aquário.

A primeira parte do passeio eh dedicada a animais de sangue frio.  SÃo diversos aquários com peixes de diversos lugares do mundo, anfíbios,  cobras, jacarés e lagartos. Nesta área me chamou mto a atenção peixes como o poraque (Electrophorus electricus), as arraias de água doce e o oceanário dos elasmobrânquios (tubarões e arraias). Uma espécie que precisa ser notada eh o lagarto Monstro de gila (Heloderma suspectum) que eh um dos pouquíssimos lagartos venenosos do mundo.

A área dos mamíferos começa com o Tapajós, um peixe boi (Trichechus manatus)  que foi encontrado ainda filhote sozinho no rio Tapajós. A área dele eh simplesmente fantástica, ele divide o espaço com diversos pirarucus (Arapaima gigas) e tambacus. O tanque pode ser visitado tanto pela vista lateral,  quanto por cima, onde passamos via uma ponte.

Imagens de tapajós, o peixe boi, e da foca!

Ai entramos em contato com diversas espécies de mamíferos, como o tamanduá mirim (Tamandua tetradactyla),  pinipedes,  lontras, raposas voadoras (Pteropus giganteus),  cangurus (Macropus sp) e, ate mesmo dois equidnas (Tachyglossus sp.), um dos poucos mamíferos que se reproduzem via postura de ovos. Importante lembrar que cada um dos animais, em especial os brasileiros, possuem sua história e nenhuma eh la mto feliz e isso,  na minha opinião, eh de extrema importância para conscientização do público quanto os atuais desafios da conservação ambiental.

Os ursos polares (Ursus maritimus) são um show a parte.  Eles possuem uma área respeitável, com amplo espaço e temperatura controlada, o que eh essencial para a espécie, que esta ameacada de extinção.

Um lance legal q deve ser ressaltado eh q o aquário tem parceria com uma instituição chamada “shape of enrichment”,  e promove enriquecimento ambiental para os animais. A importância disso eh tremenda, pq o cativeiro eh uma prisao e caso nao se mantenha a mente ocupada, os animais entram em stress, começam a apresentar problemas psicológicos e psiquiatricos que podem levar a doenças serias.

Acho que falta um pouco de cuidado na hora da educação ambiental. Aos sábados vemos hordas de crianças urrando e batendo nos aquários/ viveiros, e pais não muito preocupados. Entendo que na maioria das vezes os pais e as crianças querem apenas isso, mas sinto falta de material em texto junto aos animais.

Tb devo ressaltar que o trabalho de manutenção (herculeo) eh muito bem feito. Tudo muito limpo, animais saudáveis e staff se movimentando e trabalhando o tempo todo.

Este passeio eh bem caro. O adulto paga 60 reais. Porem acredito que vale muito a pena. Afinal, nao eh todo dia q vemos um peixe boi, lemures e ursos polares.

Quer ler mais sobre o que fazer em SP ou no Brasil? Clique Aqui!





orientação qto a utilização de iluminação a led num aquario

15 11 2011

NOTA IMPORTANTE: este texto é relativamente antigo, foi escrito ao redor de 2009, em um outro blog, e o copiei aqui em 2011. mantenho no blog pq ta na historia, porem a tecnologia avançou e os preços baratearam e os produtos mudaram mto! encontramos facilmente fitas com 300 leds de 2 ou 3W, q ja vem praticamente prontos para o uso.

tb lembrem q “antigamente”, ao planejar a iluminação de um aquario plantado, era mais comum se falar em “1 watt por litro” do que em 30-60 lumens por litro, já q um sistema HQI/HMI era (e ainda é) bem caro, e o usual eram as lampadas fluorescentes. por isto, trago este adendo.

num aquário de 100 litros, precisariamos entre 3000 e 6000 lumens, o q é equivalente a:

  • entre 40 a 80 watts de luz HMI (80-100 lumens/watt)
  • entre 60 a 120 watts de luz fluorescente “compacta” (50-80 lumens/watt)
  • 1440 leds de 5mm (4 lumens/watt)
  • 100 leds de 1w (60 lumens/watt)
  • 75 leds de 2W  (100 lumens/watt)
  • 45 leds de 3W  (140 lumens/watt)
  • 30 leds de 4W (200 lumens/watt)
  • 20 leds de 5W (400 lumens/watt)
  • 10 leds de 20W (900 lumens/watt)

lembrem-se que esses números são bem genéricos, é so pra ter uma base, uma referencia pro planejamento. pra ter certeza, so medindo ou lendo as especificações do produto.

se vc quer manter um carpete de glosso, por exemplo, pense em 6 mil lumens, se vc quer plantas q demandam pouca luz, como criptos, algumas echinodorus ou anubias, os 3 mil lumens é o suficiente.

recomendo a leitura de dois artigos do aquahobby:

portanto, leve isto em consideração antes de me xingarem! abaixo, o texto “antigo”.


 

um dos grandes avanços da iluminação nos ultimos anos foi o estabelecimento da tecnologia LED como uma forma viavel, economica em termos de consumo energetico, porem o investimento envolvido para a instalação ainda é bem alto. isso não tira as grandes vantagens que esta iluminação traz: baixa produção de calor, alta eficiencia energetica, grande durabilidade (ate 60000 horas de uso). E os aquários estão ganhando, pouco a pouco, equipamentos e vantagens a partir desta popularização.

porem, neste momento onde tem tanta gambiarra e equipamento mal feito sendo vendido por ai, q invariavelmente irá falhar e trazer mal entendidos, devemos entender alguns principios q norteiam este equipamento para sabermos o q procurar.

pensando num aquario de 200 litros com iluminação equivalente a 1W/l, sendo 2 hqis de 70W, e 2 lampadas tubulares de 20W, podemos pensar que elas produzem:
70W de hqi = +-6000 lms cada.
grolux de 20 = +- 1200 lms cada.
total da iluminação = 14400 lms

pra uma iluminação equivalente em leds você precisaria de:
2880 leds de 5mm (+- 40 reais o cento) ou
200 leds de 1w (+- 5 reais cada) ou
150 leds de 2W (+- 7 reais cada) ou
90 leds de 3W (+- 10 reais cada) ou
60 leds de 4W (+- 15 reais cada) ou
40 leds de 5W (+- 25 reais cada) ou
20 leds de 20W. (+- 100 reais cada)

claro que na santa efigenia da vida tudo é mais barato e negociavel. estes preços são so pra dar noção, lembrando q é uma cotação feita em novembro de 2011.

tenha em mente que as medições que dizem que 1 led de 20W gera 900 lms e que um de 5W geram 400 ou 500, são feitas com corrente máxima e para haver o mínimo de durabilidade, precisa baixar a corrente, senão eles vão queimando aos poucos.

acho um investimento meio caro se for fazer sem know how de eletro eletronica, levando em conta q isso é so o preço dos leds! ainda falta uma serie de elementos pra fazer isso funcionar.

o problema de queimar led normalmente não é relacionado a qualidade deles, mas sim porque antes de cada led tem que colocar um resistor para reduzir a corrente, o que não tem normalmente. eles não suportam variações acima de 300 miliampere e mesmo com driver essa variação acontece. você sempre tem que trabalhar com a corrente abaixo da máxima.

os leds pequenos, de 5 ou 10mm são muito ruins e produzem pouca luz. aconselho procurar os leds de 5 WATTS, os que tem base de ceramica. eles entregam cerca de 350lm a 1 m, e segundo meus fornecedores, são 50 vezes mais brilhantes com um led de 5mm e deve ser por ai, porque quando comparo meus iluminadores de 18 leds de 5w (que fornece mais de 6000lm a 1 metro) com um com 160 de 5 mm, a diferença é gritante, ainda mais porque o primeiro tem angulo de 120, enquanto os de 5mm tem 15.

escolhendo seu equipamento montado
primeiro ponto que deve ser avaliado é se o produto tem um bom cooler, se tem os resistores q protegem os leds, se eles estão ventilados, se a caixa permite ventilação e se a placa é bem feita (o que é subjetivo).

sabendo que um iluminador profisisonal para videos, com 18 leds de 5W e bem feito, não sai por menos de 500 reais, desconfie de qquer material que oferecer grande quantidade de lumens por baixo preço. a medição do fluxo luminoso tem de ser feito a uma distancia fixa, normalmente 50 cm ou 1 m. portanto, é mto facil pro vendedor mal intencionado ou desinformado, dizer que um led de 10mm fornece centenas de lumens, qdo essa medição a feita com o sensor encostado no led. ja fique sabendo que um material desses não fornece mais que 10 lumens a 1 metro de distancia, sendo que um de 5W fornece mais de 300, dependendo da tensão.

seguem uns videos no youtube:


(so pra mostrar que o negocio é potente)


(demonstração de um equipamento que fornece mais de 10000lumens)