Zoológico de São Paulo

10 01 2016

Antes de qquer coisa, gostaria de deixar claro que não sou conivente com coleções de animais que se apoiam exclusivamente na exibição de animais, sem uma ação minimamente adequada em relação a educação e geração de conhecimento sobre as espécies mantidas. SOMOS MAIS DE 7 BILHÕES DE PESSOAS. DESTRUíMOS O PLANETA E NÃO HÁ ESPAÇO PRA SOLTAR ANIMAIS. Pense nisto antes de criticar as coleções de animais. Clique aqui para ler uma publicação onde eu discorro, de forma um tanto pessoal em alguns pontos, sobre o assunto.

O Zoo de SP (clique para acessar o site oficial) é o maior zoológico da América Latina, localizado numa área de Mata Atlântica, onde estão instalados mais de 3000 animais de mais de 400 espécies, fora os que não estão em exibição. Na área de educação, possui diversos projetos anuais e periódicos (como nas férias) com atividades que podem ser consultadas no site da instituição. Tambem possui uma biblioteca de acesso público com muito material da área.

Dentre as diversas atividades, destaco as visitas monitoradas para grupos acima de 20 pessoas (q o site não explica como podem ser solicitadas) e o passeio noturno, q deve ser extremamente interessante, ja que boa parte dos animais possuem hábitos noturnos ou crepusculares, então durante o dia, eles não possuem grandes atividades e durante a noite podemos acompanhar suas atividades cotidianas.

Sempre é válido saber o q os usuários do Trip Advisor tem a dizer, portanto, clique aqui pras opiniões!

O local

A área onde o zoo (e o jardim botânico de SP, outro passeio imperdível na região) se localiza abriga uma porção de mata atlântica onde se localizam a nascente do córrego do Ipiranga. Uma pena que o riacho esta muito poluído.

A mata atlântica é uma floresta tropical localizada do rio grande do norte ate o rio grande do sul, especialmente na região litoranea. Esta área formou uma das mais ricas áreas em termos de biodiversidade, que acabou sendo devastada a ponto de sobrar atualmente apenas algo em torno de 8,5% da sua extensão original. Isto é péssimo por que, alem dos problemas com água e temperatura, já que a mata ajuda a manter o ciclo da água, ainda devemos lembrar que cada peça do ambiente contribui para o equilíbrio. E para aqueles utilitaristas que ignoram a importância da natureza, posso lembrar que a quantidade de moléculas com potencial de se tornar medicamentos e q estão (ou estavam) presentes nas plantas e nos animais, é algo incalculável.

Pelo q eu disse, pode parecer q é um lugar isolado de São Paulo, mas não é verdade. Descendo no Jabaquara, é só procurar pela “ponte Orca” que te leva diretamente para o zoo. Apenas verifique no site os horários de saída e DE VENDA DE TICKETS para não haver problemas.

Dentro do zoo vc vai ter problemas com alimentação, já que as lanchonetes são bem fracas, apesar dos preços relativamente baixos. Isso é um problema caso vc esteja com crianças, no caso dos adultos vc simplesmente se planeja e leva algo ou espera pra comer depois.

Os animais

Uma das coisas mais ou menos frustrantes em relação aos animais do zoo, especialmente em dias de movimento, é que eles não estão confortáveis. Da pra perceber claramente q todas aquela movimentação, aquele monte de gente, algumas vezes extremamente mal educadas, q chegam a jogar pedra nos animais, causa um stress bem grande nos animais. Talvez por isso que os animais sejam revezados na exibição: as vezes a leoa esta em exibição, as vezes é o leão, para que eles descansem. Muitas vezes eles se colocam de costas para não ter q encarar a multidão. Por isso, recomendo a visita em dias de semana, justamente os que não haverá um grande caos e os animais estão em maior conforto.

macaco do velho mundo

as vezes, não olhar é mais facil!

A coleção é muito ampla, desde os populares e famosos animais da megafauna africana, até muitos animais da fauna brasileira, q são mais desconhecidos por nos mesmos. Uma variedade gigantesca de aves rapinantes, tucanos, micos, felinos, alguns galpões dedicados a repteis e anfíbios… não da pra resumir e não da pra citar cada espécie.

 

Muita gente vai considerar um passeio chato ou triste, e eu entendo plenamente. Porém, acho um passeio indispensável para crianças e adultos, primeiro por que o local está limpo, depois pq não protegemos aquilo que não conhecemos.

Para comentários sobre turismo e passeios no Brasil, clique aqui!

E sobre zoos, aqui falo sobre os Zoos em Nova York, sobre o Aquário de SP, Sobre o Borboletário Águias da Serra.

Anúncios




Bicho Sem Preguiça – Cão que puxa durante o passeio

19 07 2012

a webserie q estou realizando com o pessoal do www.bichosempreguica.com.br não para e toda quarta tem um novo episodio. no desta semana é sobre aquelas pessoas q tem um probleminha pra passear com seus cães. acompanhem:





Caes fugitivos

9 04 2012

Um dos principais pontos em se posicionar como alfa para os caes (caso vc nao esteja familiarizado com este tipo de linguagem, recomendo a leitura DESTE TEXTO) eh o fato de que eles nos vem como um deles e que dificilmente vc consegue o que precisa sem utilizar a linguagem deles. Desta forma, podemos afirmar que os caes fugitivos sao especialmente alfa na relacao com seus proprietários.

Um cao correndo pelas ruas e o dono desesperado correndo atras. Isto parece familiar? Acontece mto comumente e eh um dos principais motivos que forcam as pessoas a utilizarem coleiras e guias em seus animais. E isto pode ser explicado de forma mto simples quando levamos em consideracao a psicologia, a forma como o cerebro do cao funciona.

De forma bem simplificada, o cao alfa eh o chefe, eh o cao que guia a matilha de la pra ca, que eh crucial na busca de alimento, q se alimenta primeiro e etc. Ele que vai na frente. Os outros o seguem. Claro, por que ele q eh o forte, eh dele q os outros animais precisam pra sua sobrevivencia.

Portanto, na cabeça do cao alfa, todos precisam seguir ele. Na cabeca de um cao mais abaixo da hierarquia, eles devem seguir o cao alfa. Eh uma hierarquia clara e simples q seu cao obedece, q eh tao natural quanto eh, pro ser humano, se relacionar com seus semelhantes, se unir em upos q compartilham afinidades ou juntar a familia pra compartilhar bons momentos.

 

E os comportamentos vem em pacotes completos. Como vc explica pro seu cao alfa, q apesar dele ser alfa, ele deve seguir vc? Como explicar pro cao alfa q ele deve seguir quem ele acha q é beta? Pq ele deve seguir um dos que ele julga q protege e alimenta? E a resposta eh simples: vc nao consegue convencer. Ele simplesmente nao ira aceitar se submeter a seus betas, aos seus subordinados, salvo que ele seja convencido nos seus termos.

O proprietario considerado alfa pelo seu cao notara que o animal ira prestar mto mais atencao aos movimentos de seu dono. Ele ira sempre reparar onde ele esta desbravando novos ares e ira acompanha-lo se preocupando em nao se perder simplesmente pq ele sabe que nao eh ele que esta guiando o passeio.

Pra se atingir este tipo de status eh relativamente simples. Apenas se torne confiavel pro seu cao. Vc tem q ser o mais forte, o mais esperto e mais habilidoso pra conseguir liderar e se ele achar isso, ele vai te amar mais do q ja te ama pq vai se preocupar menos com os rumos. E as atitudes pra tanto sao mto simples, entre elas podemos citar: ande na frente do grupo, guie o grupo, mostre que vc se alimenta antes dele, passe nas portas antes dele, ganhe as brincadeiras SEMPRE (como cabo de guerra, posse de brinquedos e qquer outra situacao competitiva). Vc NUNCA precisara agredi-lo. Educar um cao eh simples!

Porem… ainda assim, as vezes tem algumas situações diferentes:





pq adestrar o seu animal?

12 05 2011

adestrar um animal de estimação é muito importante, mas mta gente acha q é besteira, que isso transforma ele em um robozinho ou q faz q ele perca a personalidade. mas so perde a personalidade se vc acha que ser mimado ou mal educado é indicativo de personalidade. não é. TA ERRADO! personalidade TODOS os cães tem, todos vão manifestar estes traços, mas so vai aproveitar isso ao máximo aquele que entende o comportamento canino. e é bem simples, os animais são infinitamente mais razoáveis que os seres humanos. conviver com eles mal educados e mimados é MTO MAIS FACIL do que conviver com mtas pessoas.

ao meu ver “adestramento” é uma palavra meio errada. eu prefiro trabalhar com o termo “etologia”, q é a compreensão do comportamento animal. e é tudo muito simples, cada espécie possui repertorios de comportamento que são manifestados em determinadas ocasiões. por exemplo: temos a nossa rotina. acordamos, vamos para o trabalho, almoço, happy hour, mimamos nossos conjuges e dormimos. temos nisso o ciclo cicardiano (o ciclo q alterna sono e vigilia), alimentação, estrutura familiar, socialização e trabalho. vamos analisar o caso dos cães, q é mais conhecido e simples, pq todo mundo conhece um.

ciclo cicardiano: os cães, como a maioria dos mamíferos, incluindo seres humanos, não dorme direto durante a noite. ele dorme parte da noite e parte do dia, e mais tempo q nós, q varia entre 9 e 12 horas, com mais variação entre individuos. e eles dorme picadinho, acordam, fazem suas atividades, comem, dormem durante parte do dia (normalmente nos momentos quentes), acordam, aproveitam a parte mais amena da tarde, e dormem um periodo mais longo durante a noite. claro q existem modificações desta rotina, de acordo com a rotina dos donos, por exemplo. ENTENDA O CICLO CICARDIANO DO SEU CÃO. observe isto.

alimentação – os cães costumam comer o qto podem depois de caçar algo grande, enterram os restos e ficam forrageando, procuram pequenas presas enquanto não aparece algo maior. eles vivem mais dessas pequenas caças, as gdes presas são escassas e normalmente precisam de um esforço bem grande. nisto eles comem muita coisa, plantas, pequenos animais, frutas, etc. eles possuem, portanto, capacidade de comerem mto, mas o mais comum e mais saudável é que eles sejam alimentados várias vezes durante o dia, cerca de 6 pequenas porções seria adequado. e depois de comer, eles costumam socializar, para fortalecer os laços, e então dormem. depois vou ressaltar a importancia destas sequencias de comportamentos.

socialização – os cães brincam entre eles, como uma forma de treinamento para a caça e para outras interações importantes. se mordem de leve, se lambem e se acarinham, fortalecendo laços. assim os filhotes aprendem como se tratar e a quem aceitar, bem como encontram seu lugar dentro da hierarquia. qdo as brincadeiras começam a passar dos limites, eles costumam demonstrar atitudes de submissão, mostram a barriga ou curvam o pescoço, deixando a cabeça no chão.

estrutura familiar – as matilhas são organizadas de forma hierárquica. os chefes são os pais, a fema e o macho alfa. logo abaixo estão animais mais novos, femeas satelites que auxiliam e ai vem a filhotada. as femeas cuidam dos filhotes e por isso existe a recorrente “gravidez psicológica”. a femea alfa precisa ajudar na caça, então as femeas subordinadas tb tem leite para ajudar no aleitamento da filhotada. mas esta hierarquia é movel, os machos mais fortes e agressivos vão tentando formar sua propria matilha ou se juntando com outros cães, ou lutando com um macho alfa e ganhando a sua matilha ja formada. ao contrário do q pode se pensar, o casal alfa é mto querido, eles se mantem por dominancia, mas não é so violenta, são várias demostrações de que eles “mandam bem”. o macho alfa é aquele q sustenta, q ensina os outros a caçarem, q ajuda a todos. a femea alfa é a mãezona. a troca de liderança nem sempre é realizada na briga franca. os alfa são lideres natos, não votados ou tiranos. este ponto é essencial para o adestramento, pq se vc tem atitudes de lider, seu cão irá te admirar mais e te admite como o alfa.

trabalho – basicamente podemos falar de 2 trabalhos: caça e cuidados com filhotes.

a caça é feita via farejamento da presa, cercamento e abate. os cães vão buscando a presa, perseguindo, a cercam e abatem. o amcho amis experiente, normalmente o alfa, fareja a presa e os outros vão servindo como assistentes. existe uma certa competição pra saber quem vai na frente, pra saber quem lidera. mas eles tb se organizam para que um não fique passando por cima do outro atrapalhando a caçada, de uma forma mto interessante e dificil de ser explicada em pouco tempo. deixariam qquer estrategista militar de boca aberta!

enquanto os caçadores arrumam alimento, o resto da matilha c vira, se cuida de predadores e cuidam da filhotada. as femeas aleitam os menores, os maiores mantem uma ronda cuidando para que predadores não se aproximem.

utilizando a etologia para entender seu animal

sabendo de tudo isso acima, te pergunto:
pq a sua cadelinha tem sempre gravidez psicológica? pq ela não é femea alfa? será q vc pega mto pesado com ela?
pq seu cão rosna pra vc? pq ele é o macho alfa, pq ele ta brincando com vc e treinando pra caça ou pq ele quer ser o macho alfa?
o seu cão nunca deixa vc ficar na frente dele e nunca te segue? será que ele não ta se sentindo o farejador alfa da matilha? ele não está competindo com vc?
ele gosta q cocem a barriga ou ele baixa o pescoço, olha pro chão e evita seu olhar. sera que não ta mto submisso? vc não ta pegando pesado na dominancia?
ele rosna qdo vc vai pegar a comida dele. ele não ta respeitando sua posição de alfa?
ele rosna qdo vc chega perto d sua mulher? é, meu querido! vcs são a familia dele, e ele não nasceu do ventre da sua patroa. ele pode sim estar pensando q vc ta pegando a femea dele!

dicas para vc ser dominante

1 – não deixe ele passar em portas na sua frente;
2 – acostume-o desde pqno a permitir q vc mexa na comida dele. caso vc sinta medo, o prenda em algum lugar e mexa na comida dele, com ele vendo;


3 – vai repreender o cão? pegue-o pela dobrinha em cima do pescoço, q nem a mãe carrega o filhote. não precisa de mta coisa, so pega, sem apertar, e conversa com ele firme e com calma. NÃO DOI, PODE FAZER SEM MEDO. a mensagem é tipo “mamãe não gostou do q vc fez!” e funciona MTO BEM;
4 – se possivel enquanto vc ta repreendendo, force ele a ficar de barriga pra cima;
5 – se ele fizer merda, repreenda na hora, senão ele “esquece” o q fez (de verdade) e não entende pq ta tomando bronca. ai é mancada e inutil;
6- vc passeia com ele sem coleira, então o force a te seguir. se ele for pra um lado, tentando te ultrapassar, simplesmente vire pro outro lado e vai embora. ele VAI atras de vc. são animais familiares, não querem ficar sozinhos. e se vc tem medo q ele não te siga, vc não deveria andar com ele sem coleira;
7- respeite os limites. não fique enchendo o saco do bicho. se ele tem medo ou não gosta, ou faça ele perder o medo, com a ajuda de um especialista, ou desencane, pq excesso de medo pode levar a atos de desespero. afinal… pro bicho é serio. ele não entende completamente o q está acontecendo;


8 – não tenha medo. se ele aprende q qdo rosna cessa o estimulo q ele não curte (banho, veterinário ou sei la…), ele vai rosnar MESMO;
9 – cuidado com os desvios de comportamento realmente problemáticos, como ansiedade. seu cão fica extremamente agitado em alguns momentos? se o comportamento incomoda ou chama mto a atenção, pondere: é deletério? prejudica o animal? se a resposta é sim, procure um veterinário especilizado em comportamento animal;
10 – admita que as cagadas q o seu cão faz e vc permite, é pq vc permite e q é plenamente factivel eliminar comportamentos desagradáveis. cães são cães. humanos são humanos. vc pode trata-lo mto bem sem mima-lo em excesso. todos precisam de limites e regras claras, so assim não cometemos injustiças. mas se vc o mima e gosta disso, admita. é melhor pra todo mundo!

para outras espécies

cada espécie tem um tipo de ciclo cicardiano e tudo mais q citei. a maior parte dos passaros, por exemplo, é completamente diurna. alguns são monogamos. outros poligamos. alguns cuidam de um filhote so. alguns vivem em colonia. como vimos, cada fato tem uma implicação.

portanto, estude a biologia da espécie. levante esses comportamentos gerais e pense um pouco q vc vai conseguir uma forma de convencer o animal a fazer o q vc quer, sem ter q apelar para a violencia. nem sempre é possível garantir a convivencia de todas as espécies o tempo todo. primatas, por exemplo, são uma peste, possuem uma agressividade notável e é dificil de burlar numa convivencia de longo prazo.

mas garanto q vc vai fazer sucesso nas rodas de conversa e vai ter uma convivencia mto melhor com seus animais.





casos bizarros – cão “desalojado”

24 03 2011

segundo o estadão, aconteceu algo muito interessante q demonstra como as pessoas possuem animais e não tem lá muito interesse em defende-los de uma forma sã e equilibrada. esta notícia comenta a decisão judicial que determina q uma proprietária retire seu cão de um apartamento por que ele late demais.

e não é palavra de um morador contra a de outro, foi comprovado (pelo menos convenceram o juiz) que o barulho atrapalhava o vizinho a ponto de afetar sua saúde, sendo que o jornalista do @estadao diz textualmente que “laudo pericial avaliou que o cãozinho fez “ruído praticamente ininterrupto entre 8h50 e 11h”, quando pessoas passavam pelo hall do prédio, entravam no elevador ou tocavam o interfone ou campainhas dos apartamentos. ”

como disse minha amiga, veterinária e adestradora, Alessandra Caprara “esse cão tem um grande problema. a dona.” NÃO É NORMAL UM CÃO LATIR TANTO. ESTE ANIMAL ESTÁ NECESSARIAMENTE COM ALGUMA FORMA DE PROBLEMA. me espanta que as pessoas considerem isto um hábito normal.

se ele fica latindo pra qquer coisa q se mova, será q ele não está entendiado, procurando o q fazer? sera q ele não esta amplamente ansioso pela separação da dona? o q leva a esta histeria? quantos cães vc conhece q tem este comportamento? eu, q sou médico veterinário e convivo com animais, não conheço nenhum cão q age assim.

o uso do ultrassom, comentado pela reportagem é secundário. eu e todos meus colegas interessados em comportamento e etologia, temos CERTEZA q psicologia canina e um pouco de adestramento, bem como boa vontade dos proprietários para que as modificações sejam feitas, poderiam remediar este problema.

e novamente eu relembro a todos: tenham um veterinário por perto, o consultem, peçam indicações (pq assim como existem anestesiologistas, cardiologistas, existem os etologos, os especialistas em comportamento), mesmo pq o primeiro sinal de qquer doença é uma alteração de comportamento.





Cães Entediados

3 03 2011

Boa parte dos problemas dos cães é por ficarem o tempo inteiro em áreas pequenas, frias sem ter o q fazer. Tem um golden retriever q mora numa casa por onde eu passo rotineiramente e SEMPRE vejo ele indo de um lado para o outro, ai ele pula na parede, fica sob 2 patas, e volta. Na outra parede, ele faz a mesma coisa e fica repetindo este padrão, acredito q o dia inteiro. Este tipo de ação é o q chamamos de comportamento esteriotipado que é muito comum em zoológicos, em animais muito estressados ou que ficam sem fazer nada.

Isto, por mais q TALVEZ não traga prejuizo na saúde física (repare no negrito do TALVEZ), este tipo de comportamento é um claro indício da degradação da saúde mental, e é OBRIGAÇÃO do proprietário tomar atitudes para que isto não se torne problema mais grave. Devo ressaltar que quando o animal não tem um equilíbrio mental, ele pode se tornar perigoso. Pode começar com alguma brincadeira bruta e partir para a agressão. E pra chegar nisso, não é dificil.

O primeiro ponto, é importante que vc tenha certeza q o cão fica num lugar razoável. Não é pq é cachorro q ele pode ficar num lugar frio, umido q venta. A questão é apenas saúde. Se você deixa seu cão num espaço onde vc não conseguiria permanecer por causa da temperatura, vc está dando espaço para doenças se instalem, especialmente resfriados (virais ou não), pneumonias, sinusites e outras doenças. Garanta q ele tem um local protegido, como uma casinha, com um cobertor ou similar. não é nada mais q justo, num lugar como SP, onde temos uma variação de temperatura de 5 graus até 32.

Outro ponto crucial é que devesse alimentar os cães varias vezes por dia. Aconselho fornecer comida antes de sair de casa pro trabalho e a noite. Durante a tarde, é interessante que vc converse com o colega da pet-shop ou o dogwalker, ou ainda a empregada, para que eles forneçam uma garrafa pet, cortada com uns buraco q deixam cair ração, ma non troppo. Ai deixa o dog se divertindo. Ele pode ficar horas rolando a garrafa, o q é uma atividade excelente. Mas nunca faça isso caso o cão coma a garrafa. A garrafa pode gerar entupimento do trato gastro intestinal, perfurações, etc.

Garanta que ele possui tambem brinquedos, como ossos tratados termicamente (vende em petshop e é barato. osso q a gente tem em casa, especialmente os de galinha, podem quebrar em galho verde, ai faz uma lança e pode perfurar o intestino. se perfurar, se prepara, pq a cirurgia é carissima).

Outro ponto barato e bom é o dog walker. Contrate e deixe eles passearem uma hora por dia. Outro ponto interessante é o day care, o cão fica no pet shop, onde ele passeia, toma banho, faz atividades, interage com outros animais, e volta pra casa de noite, feliz e cansado.

Organize as atividades para que o cão não se canse nem se entedie. um exemplo:
2- day care
3- dia com diarista, então o dog walker pode pega-lo pro passeio
4- dia de brincadeira com garrafa (descanso tb)
5- dia com diarista, dia de dog walker
6- descanso?
sab- dia de passear com ele no parque
dom – descanso?

Aproveite e faça um favor pra SUA saude: passeie com seus cães 3 vezes por semana durante a noite. Faça uma caminhada leve, interaja com seu animal, garanta q seu peso e seu coração estão normais!





enriquecimento ambiental para roedores e similares

10 02 2011

aproveitando que o calor não me deixa dormir, resolvi escrever um pouco sobre técnicas de enriquecimento ambiental para outra classe de animais muito esquecida pelas pessoas: os roedores. devo ressaltar, inicialmente, que os coelhos não são roedores, são lagomorfos, então pouco do q vou descrever aqui serve para eles. porem, são técnicas aplicáveis para gerbils, topolinos, camundongos, ratos e similares. pesquise um pouquinho pra saber qual espécie vc possui, garantindo assim que vc o trate da forma mais adequada possivel.

o enriquecimento ambiental é uma forma de não deixar os nossos pets loucos. se imagine num quarto, trancado sem ter o q fazer. vc recebe comida, limpam tudo, mas vc fica so la. tedio, não é? e logo vc vai ficar louco. é algo tão ruim, que utilizamos como tortura. a liberdade é um ponto crucial na nossa filosofia. mas mesmo assim, a negamos para muitos animais e negamos uma “terapia ocupacional” para garantir a sanidade mental dos nossos pets.

um ponto muito importante para muitos roedores é um local onde ele possa dormir protegido. roedores gostam de tocas, precisam de um “teto”, assim como os seres humanos, então uma caixa onde ele possa ficar durante o periodo de sono é muito importante. e pode ser uma caixinha de papelão, que será roida e “reformada” segundo o gosto do seu rato. depois de um tempinho, voce simplesmente a troca e o morador irá reiniciar seu trabalho de decoração e customização.

ainda neste quesito, uma forma muito interessante de entreter os roedores é o uso de folhas e papelão, que será roido, cortado e utilizado para diversas utilidades (na cabeça do indivíduo). vc pode fornecer um pedaço de papelão ou similar cada vez que vc limpa a gaiola e troca todo substrato. vc vai notar que eles preferem papeis de maior volume e gramatura, se colocar uma folha de papel toalha, não tem tanta graça, já um papelão é preferido.

falando em roer, ato que dá nome a classe, muitos irão adorar um pedaço de pedra pome, para desgastar um pouco os dentes incisivos, como é comum fazer com os chinchilas. vc não pode fornecer constantemente para que o dente não seja gasto em demasia, mas um pedaço bimestralmente gera alguns dias de saudável brincadeira.

outra atividade muito interessante é juntar os rolos de papelão central do papel toalha e de papel higienico. junte os pedaços e faça um cano esconderijo. não vai durar muito, eles invariavelmente vão roer tudo, mas enquanto estiver inteiro vai gerar muita diversão.

outra forma de diversão simples é o uso de uma pequena garrafa plástica. corte pequenos buracos de forma que tenha de rolar um tanto para que a ração caia. mesmo q vc coloque ração no cocho, eles irão preferir trabalhar para conseguir o alimento.

nunca é demais lembrar que não adianta colocar tudo o tempo todo. forneça alguns enriquecimentos e troque constantemente para que não vire “mais do de sempre”. e olhe para eles. o que eles gostam? garanto q não vai demorar mais q 5 minutos de trabalho por mes, para deixar seus animais mto contentes.