Bangkok, Tailandia: básico pra turistas

14 05 2015

Uma das portas de entrada para o sudeste asiático é a cidade de Bangkok, capital da Tailandia, uma das maiores e mais populosa cidades do oriente. São dois aeroportos principais onde você pode desembarcar em voos internacionais “normais”, o aeroporto internacional Don Mueang ou o Suvarnabhumi, ambos servidos por linha de trem.

No meu caso optei por não utiliza-las no meu desembarque, preferi o serviço de taxi, por que a viagem foi muito cansativa e não estava muito disposto a pensar e cair em roubadas. Depois fui aprender que nao é um bicho de sete cabeças e q a malha ferroviária é bem simples. Apesar da dificuldade imposta pelo alfabeto, a grande maioria das placas tem tambem a “tradução” em inglês, ajudando muito. Outra boa noticia: em Bangkok a população fala razoavelmente bem inglês, portanto da pra se virar. Mas não se empolgue. Da pra se virar, nao pra manter uma comunicação excelente com a população.

Bangkok - Tailandia

Palácio Imperial

Um ponto importante a ser ressaltado é que o serviço de taxi no aeroporto é bem razoável. Você desembarca, pega uma fila (invariavelmente enorme) num ponto de taxi coletivo, onde vc mostra para o atendente pra onde vai, so então toma o taxi, evitando problemas com a língua. Apesar disso, estamos falando de uma cidade GIGANTE cheia de becos. Isso significa que sem um mapa, o taxista pode ter dificuldades de encontrar o endereço, ainda mais se não estiver escrito no alfabeto deles.

DICA PRECIOSA: sempre leve um impresso (ou escrito por algum local) com o endereço da sua hospedagem escrita no alfabeto tailandes.

E logo de inicio você vai notar que Bangkok é uma mistura única. Permeada de templos, com um rio navegável, apesar de bem sujo (meus companheiros de viagem apelidaram o passeio de barco pelo rio Chao Phraya de “role no esgoto”), e uma mistura impressionante de concreto, na sua melhor E pior acepção, com o tradicionalismo oriental.


42 segundos de Bangkok, só pra dar um gostinho!

Aproveite pra arrumar um chip pro seu celular. Os preços são baixos, e vai valer a pena, especialmente qdo vc estiver meio perdido e puder acessar o google maps, te deixará muito feliz!

Segurança

A Tailandia é um país de segurança relativa para os turistas. Ocorrem crimes envolvendo turistas esporadicamente. As regras básicas de segurança sempre devem ser seguidas: não descuide dos seus pertences, não inventa de ir pra bizarrice, não da moral pra quem te da informação que vc não requisitou.

Em geral os golpes são mto primários e completamente pateticos. Mas a real é q vc está de ferias e mtas vezes o “relax” te faz descuidar. Portanto tenha isso em mente. No caso desses pequenos delitos, a tailandia tem uma policia especializada em turismo, o policiamento irá te ajudar com isso, e em locais com fluxo intenso de turistas, normalmente tem uma viatura sempre proxima.

Previsão do tempo

O periodo que menos chove no sudeste asiático, no geral, é entre novembro e fevereiro, q é basicamente o inverno. O clima de monções, como lembramos da escola, torna o verão extremamente chuvoso.

SIM. é um periodo de alta temporada, o que significa passagem mais cara… :/

No caso de Bangkok, a temperatura está sempre alta, independente da época do ano. Em outras localidades, como em Chiang mai/ Chiang Rai, um moleton é o suficiente para os dias mais frios.

Localizações Básicas

Um ponto de extrema importância é a localização do seu hotel. Eu fiquei e recomendo fortemente a região de Dusit e Phra Nakhon e seus arredores. Nestes locais se concentram um bom numero de locais turísticos, muitos deles imperdíveis, em roteiros que podem ser feitos a pé, nos primeiros dias, enquanto vc se recupera da viagem.

A proximidade com locais propriamente turisticos, como a Khaosan road, como mtas “backpackers areas, é um lugar mais adequado para “party animals” é bem interessante tambem. Porem, caso vc queira ver a Tailandia, e não jovens europeus sedentos por putaria e bizarrices q não são bem tradições, como escorpiões fritos (aviso: vão cobrar pra vc tirar foto deles), evite esta rua e as ruas próximas. Ainda mais se vc quiser ter boas noites de sono.

Transporte

O transito em Bangkok é CAOTICO. O uso grande de pequenas motos e tuk tuks torna ele pior ainda. Porem, a malha ferroviária é bem razoável e acaba te deixando em qquer lugar q vc precise. Com a ajuda de trem/metro e taxis e tuk tuks, vc acaba indo pra qquer lugar q precisar.


uma viagem de tuk tuk durante a noite!

Outro ponto importante é: os taxistas nao vão querer te levar pra nenhum lugar próximo. Sim…. tuk tuks são bem perigosos. Sim, vc provavelmente vai ver algum acidente com eles. Mas é impossível não utiliza-los. Tome os cuidados de praxe, não utilize tuk tuks superlotados, va no máximo em 3 pessoas, peça pro motorista pegar leve caso ele vá mto rápido e assuma parte dos riscos.

Dica preciosa: nunca feche um preço com o tuk tuk pra ele te levar pra varios lugares. Eles vão te dar um golpe IDIOTA te levando pra lojas. Se a pessoa fica 10 min nessa loja, o motorista ganha um ticket q vale tipo um tanque de gasolina. SEMPRE feche o preço pra ir ate um lugar X e ponto final. Por mais q não seja um golpe GOLPE, com gdes prejuizos, vai te fazer discutir com o motorista, e vc não está no seu pais. Melhor q seja tudo ok.

Para localidades mais longes do seu hotel, vc vai invariavelmente de tuk tuk para o metro/trem, desce numa estação e de tuk tuk pro ponto final.

Dica preciosa repetida, pois esta é essencial: sempre leve um impresso (ou escrito por algum local) com o endereço da sua hospedagem e do seu destino escrito no alfabeto tailandes.

Compras

A Tailandia não é conhecida como um ponto extremamente propício pra compras, neste sentido achei o vietnã muito mais interessante. Porem vc irá encontrar barganhas e muitos items interessantissimos a venda por bons preços. E eles gostam muito de pechinchar.

No caso de itens mais caros, em shoppings e similares, os preços acabam sendo aqueles mesmos q estão marcados, mas no comercio de rua, comida e tal, a flexibilidade é bem maior.

O artesanato é extremamente interessante. A mitologia e simbologia é muito rica e diferente do que temos no ocidente.

Para os amantes das miniaturas e estátuas, Bangkok possui duas lojas fantasticas, onde da pra encontrar material bem legal por um bom preço.

Cultura

Infelizmente não conheci muito dos espaços culturais da cidade. Apenas uma atração, q é, na minha opinião, IMPERDIVEL: o MOCA (Museu de arte contemporanea de Bangkok). O espaço tem uma arquitetura muitissimo interessante, obras que vão interessar os mais diversos gostos, desde artes pictóricas mais puxadas pro cartoon, umas obras q parecem capa da revista “Heavy Metal”, arte abstrata… Pros amantes da arte em geral é imperdível.

Gastronomia/comida

VC ESTA NO ORIENTE. Desencana de comer filé com fritas. A comida mais “segura” aqui é o pad thai “no spice” de pato ou frango. Escolha um lugar movimentado, com mtos locais, e manda ver.

Na rua, uma boa refeição sai bem barato, com menos de 5 dolares, vc come razoavelmente bem (normalmente a porção é tipo um chawan, aquelas tigelinhas orientais, cheias. Pode parecer pouco, mas mtas vezes é o suficiente) e toma um refrigerante ou coisa que o valha. Neste momento percebi como a gente come excessivamente no Brasil.

Claro que existe espaço pra comida em bons restaurantes, porem eu não inclui isso na minha viagem. Como um bom amante da culinária japonesa, recomendo que vcs provem frutos do mar em algum bom restaurante japonês. Você esta na Tailandia, no oceano Indico… Os sabores são diferentes. Não é barato, mas é válido CASO VC SEJA FÃ de sashimi, como eu.

Fauna e Flora

A fauna e flora do sudeste asiático é muito particular. Nos passeios pelo Chao phraya você terá a oportunidade de ver diversos Varanus salvator, uma espécie de lagarto de grande porte que habita toda região do sudeste asiático, especialmente áreas próximas a água.

Elefantes são muito comuns na região, mas normalmente você não os verá dentro de Bangkok.

Os animais mais emblemáticos do sudeste asiático são os pangolins, porem você dificilmente os verá, pois além de ameaçados de extinção são extremamente dificeis de serem mantidos em cativeiro.

Um passeio interessante neste sentido é o Zoo em Dusit e o aquario proximo a siam square. Como a fauna é completamente diferente das q temos nas américas, então as “coleções” são muito exóticas.

Vale lembrar que a maioria dos zoos são instituições de amparo animal, de educação e institutos de pesquisa. Obviamente q tem lugar nojento q dopa os bichos pra babaca tirar foto abraçando o leão, mas AINDA BEM q são poucas instituições. POREM… Isto ocorre em outros lugares da tailandia, onde vc vai brincar com tigre sedado. Se vc curte animais, seja responsável pelo q vc faz e evite incentivar a bizarrice.

Atrações: não perca!

Os templos são certamente algo que não pode ser perdido na Tailandia, porem é importante ressaltar que para o tempo curto (e pro meu gosto tb), os templos acabam sendo “mais do mesmo”. Eles arquitetonicamente possuem planos de construção muito semelhantes. São espaços internos sem pilares, no fundo um grande altar, a porta da frente ampla mtas vezes apontando pra onde nasce o sol, pé direito bem alto, mtos adornos evocando a cultura/folclore oriental.

E acredite… tem tanto templo q vc vai cansar de ver. Por isso, caso vc não tenha mto tempo a disposição não esqueça dos passeios “alternativos” e foque suas visitas nos templos mais importantes, com atrações mais chamativas.

DICA PRECIOSA: Não descuide das vestimentas. Especialmente nos templos é importante manter sempre os joelhos e os ombros cobertos. O ideal é q vc esteja sempre de calça e camiseta. Na maioria dos locais eles alugam lenços e calças pra vc usar por cima.

Buda deitado

buda de jade – Wat Phra Kaew

palácio imperial

Templo do Amanhecer – Wat Arun

Wat Arun é um templo budista cheio de referencias hinduístas (como a maior parte dos templos no sudeste asiático) construído em meados do seculo 17 que se localiza nas margens do Chao Phraya, muito conhecido e praticamente um dos símbolos da Tailândia.

Wat Arun

Templo do Amanhecer – Bangkok – Tailandia

Ele é constituido por varias torres ricamente decoradas, sendo que a central, que tanto chama a atenção de longe e geram uma vista imperdivel durante o amanhecer e o anoitecer, foi construída no século 19.

A torre central possui três niveis visitáveis. O visitante sobe degrau por degrau (bem ingrimes, diga-se de passagem) e lá pode aproveitar a vista do Chao Phraya e de Bangkok.

Passeio de barco no rio Chao Phraya

Este passeio foi um tanto “polêmico” entre as pessoas que me acompanharam nesta viagem. Foi unanime que é um passeio interessante, mas a questão é especialmente o tempo do passeio. Eles são vendidos em passeios de 1 ou 2 horas. O curto te leva a um passeio sem entrar pela parte mais interessante do rio, pela região com mais templos e casas.

Tenha em mente que o rio não é extremamente poluído, mas banha uma das maiores cidades do mundo. O q quero dizer é q o rio é “sujo”, apesar de navegável e possuir vida. Tanto, que apelidaram o passeio de “role no esgoto”.

Na minha singela opinião, a segunda parte do passeio, onde visitamos áreas mais próximas a região de moradia, com mais verde, é a unica q vale a pena. Porem, não tem como chegar a parte mais interna do rio sem passar por toda parte q eu julgo mais desinteressante.

Como podemos ver no começo do vídeo, um local fácil para contratar este passeio é na área onde vc atravessa o Chao Phraya em direção ao templo do amanhecer, o Wat Arun.

Atrações: não recomendo

Ponte do rio Kway

Compras no mercado flutuante

Os mercados flutuantes não tem absolutamente nada de interessante alem de ser… flutuante. São vários barcos com produtos absolutamente normais e sem nada de diferente. Se estiver num roteiro com outros passeios mais interessantes, ok. A oportunidade de fazer uma comprinha, comer algo, pode ser válida. caso contrário, não está perdendo nada.

Quer saber mais sobre a região? Então clique aqui para acessar uma página com todos os links do blog relacionadas com viagens ao sudeste asiático.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: