doenças degenerativas nos animais domésticos

28 02 2011

com o tempo os animais estão vivendo cada vez mais. as pessoas estão mais conscientes, não deixam eles se reproduzirem a torto e a direito, alimentam com ração, levam esporadicamente ao veterinário. Por isso é muito comum encontrarmos pessoas que possuem pets idosos, especialmente os cães e gatos. Um ponto importante é q cada doença tem sua idade alvo. a parvovirose, por exemplo, atinge muito mais filhotes e jovens do que adultos. e neste artigo quero comentar um pouco sobre doenças que atingem velhinhos.

a doença mais importante, na minha opinião, é a cinomose. sim, a mesma q causa diarreias e secreção nos olhos dos filhotes, mas que nos idosos atinge o sistema nervoso e deixa eles confusos, começam com comportamentos estranhos. esta é uma doença muito comum e pouco diagnosticada, por que muita gente simplesmente ignora e acha q o cão ta velho, por isso q ta “louquinho”, andando em circulos e tal. e o pior de tudo é q a vacina protegeria o animal deste virus que empesteia a maior parte do mundo.

Outra doença importante, que é muito conhecida em seres humanos, mas acaba sendo um tanto esquecido entre os pets, é o mal de alzheimer, tecnicamente conhecida como angiopatia amiloide. nesta doença, o animal pode apresentar convulsões, problemas para se alimentar, uivo noturno, muda o periodo q ele dorme ou está alerta, erra o lado da porta, entre outras alterações de comportamento.

outro problema importante é o cancer, o aparecimento de massas dentro do cranio do animal, que pressionam o tecido “util” do cerebro e ai os problemas são variadissimos, e vai depender de que área do cerebro esta sendo pressionado.

parece que é muito genérico e igual, não parece? pq é! mas tudo pode ser tratado. portanto, se seu cão passou a vida inteira se comportando de determinada forma, caso ele mude bruscamente (ou não), não espere. leve-o ao médico veterinário de sua confiança e conte tudo, para que seja tratado o mais rápido possivel, dando assim uma vida mais confortável na aposentadoria do seu melhor amigo. senilidade não é sinal de loucura nem de falta de noção.





cães agressivos

21 02 2011

cães não são como gente. isto deveria ser OBVIO mas não é pq as pessoas HUMANIZAM os animais. se um ser humano é um computador, o cão seria um PC com windows 3.11 enquanto o ser humano seria um windows 7. ou seja: a gente consegue entender mta coisa, mas nem tudo q um cão entende e vice versa. o “nosso” hardware e software são parecidos, mas são diferentes o suficiente pra dificultar o entendimento, especialmente qdo o proprietário quer problema resolvido, mas não quer ceder.

a agressividade é algo extremamente complexo pq em partes pode ser um problema real no animal, em outros casos é erro do proprietário q não compreende as necessidades do bicho, ou ainda é desvio q deve ser tratado com a ajuda de especialistas.

as vezes o animal não quer ser agressivo, mas se torna pq não existe comunicação. um animal sentindo dor irá se tornar agressivo caso alguem venha fazer merda. imagine q vc estava em casa e cai da escada. ai vem seu pai e te da um abraço apertando justamente aquela parte q vc bateu com força e ta doendo. vc vai achar legal? e se ele continuar apertando? vc vai fazer o q? E SE ELE NÃO ENTENDE Q DOI E CONTINUA APERTANDO?

a seguda situação de agressividade é a dominancia, e esta é a pior coisa. acontece pq o proprietário é besta e trata o cachorro de forma completamente equivocada. cães são animais que vivem em grupos altamente organizados. é o casal alpha, o pai e a mãe de todos, os reprodutores, q mandam. logo abaixo vem as femeas q ajudam a cuidar da filhotada e outros animais mais fracos/jovens. e, assim como na administração, quem manda é quem tem atitude.

pense num chefe no seu trabalho. vc prefere um cara q te oriente, q sabe o q faz, q se vc tem dificuldades ele vai la e mostra como fazer, ou é melhor um cara q não explica, exige e te da porrada caso vc faça errado? pois o segundo caso é o mais comum, entre os donos de cães. so q alguns animais são levemente mais espertos, e conseguem burlar e enganar os chefes humanos, mas este é outro assunto.

na lógica dos cães, eles valorizam algumas ações q eu vou citar a seguir:

– passe nas portas ANTES do cão passar;
– ao passear, mantenha o cão atras de vc e não o deixe guiar o passeio o tempo inteiro. quem lidera a “caça” são os pais, não os filhos;
– se ele fizer alguma besteira, o repreenda NA HORA. não bata. o pegue pela pele solta q fica ali no pescoço, como a mãe carrega os filhotinhos, sem apertar, e converse com ele CALMAMENTE olhando nos olhos. vale ressaltar que ai ele vai saber pq ele ta tomando bronca e ele entende sim algumas palavras. ele NÃO é idiota. as vezes se faz de, mas não é;
– qdo vc for passear, quebre a ansiedade. mostre pra ele a coleira e continue fazendo seus afazeres, enquanto ele ta lá louco. QDO ELE ACALMAR, coloque a coleira. se ele ficar mto excitado novamente, saia para a rua e faça um tempinho pra ele acalmar de novo. isso vai fazer ele puxar menos, vc ficar mais no comando e rolar menos dor de cabeça;

vamos analisar situações:

-animal fica bravo qdo vc vai mexer na comida dele
e qdo ele late vc não da comida e se acha mto esperto, ne? acha q ele ta mto triste pq não ta com comida, ne? otario! o cão quer q vc não mexa no pote dele e pra ele isto é importante pra se manter na liderança (na cabeça dele). vc tem medo e vai mexer na ração dele? então coloque ele na coleira, prenda num local onde vc possa mexer seguramente na ração e faça o serviço.

– ele morde as pessoas
neste caso temos mais 3 hipoteses a tratar:
medo – se ele tem medo e reage a isso, vc tem q deixar ele mais a vontade. vc tem q acostumar ele com outras pessoas, não pode ficar batendo nem assustando, nem fazendo movimentos bruscos. com um pouco de trabalho ele se tornará mais confiante e o comportamento diminui ou cessa.
dominancia – se ele acha q é o chefe, ta se sentindo um ditador e reprimindo seus subordinados q nem os “presidentes” estão fazendo no oriente médio, vc tem q usar todos aquelas dicas pra colocar ele no lugar certo: de cão legal, companheiro de todas as horas. procure ajuda especializada pq este cão É perigoso. cão q morde É perigoso. se vc não acha, vai abraçar hipopotamo na africa.
brincadeira de filhote – a mordida é brincadeira do cão tb. ele não tem mãos, carregam objetos com a boca, então ele considera q a boca tem esta função tb. neste caso as mordidas são mais fraquinhas e vão evoluindo. se vc estimulava o cão a morder qdo ele era filhote, parabens pela cagada. desestimule. diga “não” com firmeza e de mais atenção/quitutes qdo ele não fizer esta chatice. se ele insistir, pare de brincar e o ignore por um tempo.





manutenção básica de um aquário de água doce

10 02 2011

aproveitando meu dia de “folga”, vou escrever um pouquinho sobre como fazer a manutenção de um aquário de água doce. tem gente q acha q é dificil, trabalhoso, mas é pq aquários não seguem o bom senso humano, eles tem uma lógica toda particular e não respeita-la é gerar problemas.

a unica coisa q vc precisa fazer com um aquário semanalmente é limpa-lo, mas não é limpeza literal, tirar o cascalho, mexer e tal. apenas pegue uma esponja limpa e de uso exclusivo do aquario, sem colocar nada nela alem de agua, passe nos vidros pra tirar as algas e depois retire parte da água e reponha. pra isso vc utiliza um sifão. puxe a água e um pouco de sujeira, passando levemente sobre o cascalho.

vc pode tamber puxar mais sujeira enfiando o sifão dentro do cascalho, mas caso seu aquário tenha plantas, vc vai danificar as raizes e não vai dar certo. as raizes vão morrer, serão decompostas e se tornaram mais sujeira, isto se a planta inteira não morrer.

nesta mistura de sujeira e água, esta se retirando matéria organica, q de outra forma se tornaria amonia, composto toxico que gera problemas nervosos. retirando entre 10 e 40% do volume do aquário, o q normalmente representa pouco mais do que um balde, ao não ser q seu aquário seja jumbo, é o suficiente pra garantir o equilibrio.

recomendo o uso de água descansada, sem o uso de declorificantes, pq estes itens retiram o oxigenio da água. imagine se vc faz esta TROCA PARCIAL DE AGUA (TPA) num volume mais alto… os peixes vão sofrer!

e isto basta! significa entre 5 e 10 minutos gastos por semana!





enriquecimento ambiental para roedores e similares

10 02 2011

aproveitando que o calor não me deixa dormir, resolvi escrever um pouco sobre técnicas de enriquecimento ambiental para outra classe de animais muito esquecida pelas pessoas: os roedores. devo ressaltar, inicialmente, que os coelhos não são roedores, são lagomorfos, então pouco do q vou descrever aqui serve para eles. porem, são técnicas aplicáveis para gerbils, topolinos, camundongos, ratos e similares. pesquise um pouquinho pra saber qual espécie vc possui, garantindo assim que vc o trate da forma mais adequada possivel.

o enriquecimento ambiental é uma forma de não deixar os nossos pets loucos. se imagine num quarto, trancado sem ter o q fazer. vc recebe comida, limpam tudo, mas vc fica so la. tedio, não é? e logo vc vai ficar louco. é algo tão ruim, que utilizamos como tortura. a liberdade é um ponto crucial na nossa filosofia. mas mesmo assim, a negamos para muitos animais e negamos uma “terapia ocupacional” para garantir a sanidade mental dos nossos pets.

um ponto muito importante para muitos roedores é um local onde ele possa dormir protegido. roedores gostam de tocas, precisam de um “teto”, assim como os seres humanos, então uma caixa onde ele possa ficar durante o periodo de sono é muito importante. e pode ser uma caixinha de papelão, que será roida e “reformada” segundo o gosto do seu rato. depois de um tempinho, voce simplesmente a troca e o morador irá reiniciar seu trabalho de decoração e customização.

ainda neste quesito, uma forma muito interessante de entreter os roedores é o uso de folhas e papelão, que será roido, cortado e utilizado para diversas utilidades (na cabeça do indivíduo). vc pode fornecer um pedaço de papelão ou similar cada vez que vc limpa a gaiola e troca todo substrato. vc vai notar que eles preferem papeis de maior volume e gramatura, se colocar uma folha de papel toalha, não tem tanta graça, já um papelão é preferido.

falando em roer, ato que dá nome a classe, muitos irão adorar um pedaço de pedra pome, para desgastar um pouco os dentes incisivos, como é comum fazer com os chinchilas. vc não pode fornecer constantemente para que o dente não seja gasto em demasia, mas um pedaço bimestralmente gera alguns dias de saudável brincadeira.

outra atividade muito interessante é juntar os rolos de papelão central do papel toalha e de papel higienico. junte os pedaços e faça um cano esconderijo. não vai durar muito, eles invariavelmente vão roer tudo, mas enquanto estiver inteiro vai gerar muita diversão.

outra forma de diversão simples é o uso de uma pequena garrafa plástica. corte pequenos buracos de forma que tenha de rolar um tanto para que a ração caia. mesmo q vc coloque ração no cocho, eles irão preferir trabalhar para conseguir o alimento.

nunca é demais lembrar que não adianta colocar tudo o tempo todo. forneça alguns enriquecimentos e troque constantemente para que não vire “mais do de sempre”. e olhe para eles. o que eles gostam? garanto q não vai demorar mais q 5 minutos de trabalho por mes, para deixar seus animais mto contentes.





enriquecimento ambiental para aves: visão geral

7 02 2011

pense na sua vida preso num lugar onde as pessoas te alimentam e vc fica la trancafiado. ta tudo limpo e tem comida, mas ainda assim, seria um saco, concorda? tem gente q ficaria louco, não é? pois é exatamente assim q a maior parte das pessoas tratam seus animais. eles ficam presos num canto e no máximo saem 2 ou 3 vezes por semana pra andar. e isto gera problemas comportamentais. os bichos ficam meio loucos, como qquer pessoa ficaria. e é MTO FACIL e não da trabalho pra acabar com este problema. neste artigo eu vou tratar basicamente o q pode se fazer com aves, sem mtas firulas.

nao é dificil identificar se seu bichinho esta sofrendo de tedio cronico. entre os sintomas mais comuns, ele ira apresentar movimentos repetitivos, que pode ser uma sequencia de pulos ou voos especificos, balanço de cabeça, dancinhas estranhas e repetitivas… o pássaro pode começar a arrancar penas, podendo ficar ate mesmo sem nenhuma pena em toda extensão do corpo que possa ser alcançado pelo bico. lembre-se de q aves, em ambientes naturais, voariam uma grande extensão, portanto tem muita energia para gastar e o “fazer nada” pode ser extremamente sofrido para eles.

a primeira demanda, q é necessariamente a mais importante e sem ela nada faz mto sentido, é manter uma gaiola decente. ela TEM Q SER GDE. não adianta vc fazer um monte de coisa, entupir de enriquecimentos a ponto do bicho não ter espaço pra se manter. então, toma vergonha na cara e compra uma gaiola decente. e nem vem com desculpa. não é tão caro, dura MTO e vai deixar seus bichos MTO mais felizes.

mas não basta ter uma boa gaiola. existem milhares de aves, são cerca de 10 mil espécies, q variam do pequeno colibri, ate o gigante avestruz. uns comem frutas, outros insetos… portanto, so de vc dar uma pesquisadinha na net procurando sobre os habitos e caracteristicas da espécie, vc ja encontrará informação nova pra se inspirar e fazer uma intervenção de enriquecimento ambiental mais adequada para espécie q vc cria.

de uma forma ou de outra, com um espaço decente para os bichos respirarem aliviados, vc pode começar a brincar com os poleiros. vc tem q deixar espaço para que eles pulem de la pra ca, garantindo q não vai ser aquele movimento besta repetitivo de “sobe, desce” sempre de frente. coloque os poleiros de diagonal, em cima e embaixo, perto da casinha deles e em outros lugares interessantes. pense! veja o q ele mais gosta. e mude! tão importante quanto vc fazer o enriquecimento, é mudar de tempos em tempos, para variar a vida. e isso qquer um pode fazer com 5 minutos de trabalho, entre a troca de jornal e a colocação de agua e comida.

falando em comida, é uma boa ideia esconder quitutes em locais “dificeis”. para calopsitas vc pode colocar um pedaço de fruta em cima da gaiola, para que ela tenha um bom trabalho para retirar de la. trabalhos cientificos afirmam que os animais em cativeiro preferem trabalhar para ganhar a comida, ou ainda procura-la, do que ganhar tudo. isso mto provavelmente pq eles querem interagir. pq eles tb raciocinam, num certo grau.

nesta parte mais complexa, q envolve raciocionio e brincadeira, existem diversos brinquedos, em especial para os papagaios e periquitos, os chamados psitacideos. estes são excelentes, mas recomendo q vc tenha uns 3 ou 4 e cada dia coloque um. isso vai fazer vc perder uns 30 segundos da sua vida, chutando alto, mas vai evitar que o brinquedo perca sua graça e se torne um objeto a ser imediatamente roido e destruido (mas tb não vai evitar q seja!).

as aves, no geral, possuem uma questão mto importante em relação ao fotoperíodo, ao tempo q temos de dia e de noite. por isso é muito interessante que vc mantenha o animal num local escuro por um periodo de pelo menos 8 horas. pode ser cobrindo a gaiola, pode ser simplesmente apagando a luz num local onde realmente ficará escuro. e este detalhe é bem importante. em varias grandes cidades brasileiras temos problemas com a iluminação noturna, q muda os hábitos de canto dos sabiás laranjeira, por exemplo.

uma ultima coisa interessante a ser feita é garantir que seu animal tem um espaço pra se esconder. praquelas horas q vc não ta com saco, não quer ser observado, é justo q vc vá pra casa, se sente no seu sofá e tome um refri gelado. é importante q seu animal tenha a mesma opção. e não precisa ser algo elaborado. vc pode colocar uma caixa de papelão com tamanho médio (em relação ao animal) para que ele entre la e a destrua se quiser. no caso de passarinhos “normais”, de passeriformes, como eles não costumam destruir, é melhor q vc tenha um ninho ou uma caixa ninho “permanente”, pq ela dura bastante.

um toque final é ter sempre cuidado ao manipular seus amigos emplumados. não pegue eles ao nao ser q seja necessario ou q ele mesmo dê essa liberdade, se aproximando de vc e permitindo o toque. aves, no geral, são presas e ser privado de movimentação pode ser um claro sinal de perigo para ela! um carinho na cabeça, uma coceirinha debaixo da asa, ou deixar seu pet pousado no ombro ou empoleirado no dedo é sinal de q ele esta mto a vontade, e posso garantir q tentar pega-la, para a ave é trair essa confiança.

garanto q isto ajudará seus passaros a se tornarem mais felizes!